Maestro Isaías: 25 anos formando fanfarras em Curitiba

Foto: Levy Ferreira/SMCS

O frio curitibano e o calor humano de uma professora na infância forjaram um voluntário apaixonado por ensinar música às crianças. O maestro Isaías Pereira da Silva, 57 anos, rege fanfarras em escolas municipais de Curitiba há 25 anos.

Sargento aposentado da Polícia Militar, atualmente, é maestro das fanfarras dos Centro de Educação Integral (CEI) Tereza Matsumoto, no Xaxim, e Érico Veríssimo, no Alto Boqueirão.

Apaixonado por trompete e percussão em uma família em que o pai tocava clarinete na igreja e todos os 12 filhos aprenderam a tocar algum instrumento, tudo começou porque Isaías sentia muito frio. Vindo de Maringá (Noroeste), o clima gelado da capital fazia com que o menino não saísse para o recreio.

Criando fanfarras
Assim, enquanto tocava na banda da Polícia Militar, do Exército, dos Bombeiros e se formou regente na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, começou a ensinar música e formar fanfarras nas escolas com crianças e adolescentes.

Ficou dez anos na escola Municipal Wenceslau Braz, no Boqueirão; na Escola Estadual Iara Bergmann, foram 17 anos. Onde está há menos tempo é no CEI Tereza Matsumoto, onde o convite veio há um ano e meio, feito pela diretora da escola, Jéssica Zacarkin Lopes de Camargos.

Música para expressar o sonho
As crianças dizem que o que gostam nele é o quanto aprendem com o maestro. Os olhares aos comandos de Isaías são atentos e eles têm abertura para propor novos ritmos nas composições. “A gente vai treinando até na van na volta pra casa”, fala João Pedro, 9 anos. Quem dita o repertório, no entanto, é o maestro.

Quando se comportam, ganham chocolates, entrega Alice, 9 anos. Às vezes, podem levar os instrumentos para casa, revela Letícia, 9 anos, com o compromisso de cuidar do material. “Isso gera neles um compromisso de responsabilidade”, conta Isaías.

Entre responsabilidades e recompensas, o maestro também costuma organizar ao menos um passeio e um churrasco com as crianças das fanfarras. “Eles gostam muito”, diz o maestro.

Incentivar a gostar do que fazem é o que o motiva a seguir na regência.

Comenda da Ordem da Luz dos Pinhais
A Prefeitura reconheceu o trabalho voluntário realizado por Isaías ao condecorá-lo com a Comenda da Ordem da Luz dos Pinhais, que este ano foi concedida a 33 personalidades e três instituições que homenageiam curitibanos, de nascimento ou adoção, por sua contribuição ao engrandecimento da cidade e do bem-estar de seus habitantes.

“Fiquei muito feliz com a indicação e ter dividido espaço com tantas pessoas de renome. Me serviu de incentivo para trabalhar cada vez melhor com amor e carinho”, agradeço maestro Isaías.

Fonte: Prefeitura de Curitiba