Itaipu reduz patrocínio pela metade para investir em obras sociais

Já estão disponíveis, na página da Itaipu Binacional na Internet, as novas regras para a concessão de patrocínios, que obedecem agora a uma determinação para atender apenas aqueles que contemplem o desenvolvimento social, econômico, turístico, tecnológico e sustentável da região de atuação da usina. Confira no link https://www.itaipu.gov.br/sites/default/files/af_df/Norma_de_Patrocinios_Margem_Esquerda.pdf

Com as novas exigências, foi possível reduzir em mais de 50% o valor previsto para os patrocínios em 2019, em relação a 2018. No ano passado, Itaipu investiu R$ 27 milhões, enquanto no ano anterior o gasto ficou em cerca de R$ 28 milhões.

A redução do orçamento para patrocínios faz parte da política de austeridade adotada pelo diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, que determinou o remanejamento de recursos de convênios e parcerias sem aderência à missão ampliada de Itaipu, para projetos estruturantes, como a segunda ponte Brasil-Paraguai, investimentos na modernização e ampliação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti e construção do Mercado Municipal de Foz do Iguaçu, entre outros.

“Itaipu não pode ligar sua marca a eventos que nada têm a ver com a atividade principal da usina, que é a produção de energia, ou que não estejam em conformidade com os programas e ações ambientais ou de desenvolvimento socioeconômico da sua região de influência”, afirma Silva e Luna.

Fonte: Fábio Campana