Greenwald entrevista Lula

O jornalista Glenn Greenwald entrevistou na manhã de hoje o ex-presidente Lula, preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, para o site Intercept.

Pelo Twitter, Greenwald, que foi um dos jornalistas que em parceria com Edward Snowden levou a público a existência dos programas secretos de vigilância global dos Estados Unidos, efetuados pela sua Agência de Segurança Nacional, disse que a conversa com Lula foi “abrangente sobre Bolsonaro, a ascensão da direita nacionalista, os problemas da esquerda, Trump, Venezuela e muito mais” e que vai ao ar em breve em Português e Inglês.

Lula
Ganhador do Prêmio Pulitzer de jornalismo em 2014 e, no Brasil, do Prêmio Esso de Reportagem, afirmou que “o que quer que se pense sobre Lula e suas alegações de corrupção – e nada está claro sobre isso – ele é um dos poucos líderes mundiais a vencer e governar com grande popularidade usando o populismo de esquerda. Ele vale muito a pena ouvir sobre as mudanças políticas globais contemporâneas”.

Greenwald não deixa de dar uma cutucada no Judiciário brasileiro ao afirmar que durante todo o ano passado, ano da eleição, havia pedido para entrevistar Lula e “até processamos, pelo direito de fazê-lo, mas o Judiciário recusou”.

— Agora que a eleição acabou, de repente eles estão nos autorizando e alguns outros. Estranho, disse.

Fonte: Roseli Abrão